você se lembra disso?

“Hoje eu vou passar a noite com James Joyce, Shakespeare, Sir Gawain, the Green Knight e Daniel Clowes.
(…)
Podia ser vendo filme, você sentada na minha frente, abraçada pelas minhas pernas, enquanto assisto à tv com o queixo no seu ombro, sentindo o cheiro do seu cabelo.
Mas vou passar a noite com James Joyce, Shakespeare, Sir Gawain, the Green Knight e Daniel Clowes”.

eu me lembro disso.

me lembro que seus escritos nunca eram beijos, eram sempre pontos finais. sempre jogando tudo aos cachorros, como o nome indicava. lembro que eu nunca conseguia entender tudo que você escrevia (na verdade, eu não entendia nada), e que nos momentos de dúvida e espanto, eu fechava essas lacunas com o sentido que me convinha, com o que me acalentava – sossegava meus medos, minhas inseguranças, aplacava meus desejos frustrados – e que, nesse texto em especial, eu me coloquei ali, naquele local de carinho, como um cão querido e leal. e se você escreveu sobre mim, se realmente ali sou eu ou não, não me importa, de verdade. a imagem dos meus braços enroscados nas tuas pernas foi a que eu eternizei, que guardei para mim. essa é a imagem que queimei atrás das minhas pálpebras, como quadro, e é a que levo junto das outras memórias que nunca jogarei fora.

e se não era eu no chão do teu quarto, se não eram meus cachos no teu nariz, bem, foda-se. é isso que guardo.

[me deixa ter ao menos isso (uma última vez)].

Advertisements

now, your turn!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s