dos temores da insônia

às vezes acordo no meio da noite tremendo, o suor encharcando o lençol. os medos permeiam meu sono, e noite após noite, me impedem de dormir. sonho com o medo de estar estagnada em uma vida que não gosto, em uma profissão medíocre onde não alcanço meus desejos. sonho que as estrelas estão longe demais e que o prazer é intocável, inalcançável. sonho que cresço e perco meu toque de inocência e me torno, finalmente, uma adulta sem nada para falar. sonho com o medo de me tornar uma pessoa endurecida, embrutecida pelas mazelas mais comuns do mundo, como o tédio, a mediocridade, a rotina. meu coração dispara, a cabeça tonta, sem controle das pernas – as imagens vívidas do meu rosto coberto de rugas em um quarto escuro me queimas a íris. e sonho com uma solidão que me persegue e parece inexorável e que tento afogar, garrafa após garrafa, bares e bares. sinto que perco o contato com a minha arte e que mato, lentamente, minha alma, vivendo uma existência que é sustentada apenas pela sobrevivência absoluta e fria. vazia. sonho que vivo um dia após o outro, gradualmente perdendo a sanidade e a consciência em uma nuvem de éter e esquecimento. sonho que morro e este é, de certa forma, um alívio: do pós-vida nada nunca me lembro, porém, parece uma existência menos deprimente e deplorável, uma alternativa pacífica para o fim do meu tenebroso mundo.

sonho que acordo mas não tenho alívio, pois nada era sonho. e esses são os que mais me enlouquecem. sonho com todas as angústias do mundo: a minha, a sua, a de minha mãe, a do moço que passa apressado na rua.

sonho com tudo que é, em parte, realidade.

Advertisements

now, your turn!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s