entre uma tragada e outra

eu não costumava ser assim. eu, antigamente, gostava do barulho, da gritaria, da dança – a conversa em volta da mesa, viva de palavrões e histórias coloridas, forçando as cordas vocais enquanto tentava provar um ponto de vista… hoje em dia, o mundo todo me dá dor de cabeça. as pessoas falam asneiras atrás de asneiras, tentam agradar. elas falam e falam e falam e vomitam teorias sem o menor fundamento. e eu bebo mais um copo e a cachaça desce quente, mas quadrada. me causa enjoo. por um momentinho, acho que estou bêbada… mas é toda essa conversa que me causa dor de cabeça, que faz a terra girar.

um minuto de silêncio, por favor.

Advertisements

One Response to “entre uma tragada e outra”

  1. Anonymous Says:

    é

    Like

now, your turn!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s