medo nº 3667: ser feliz

eu sempre tive medo daquela pasta do hotmail. aquela mesmo, com o nome de “para responder” mas que, na verdade, deveria chamar “memória idiota sentimental”. hoje eu a reabri. a pasta é como um baú de pérolas com pequenas mariposas, com cheiro virtual de guardado.

havia me esquecido dela ali no cantinho, existente já há 7 anos, pequeno e desimportante ícone.

não deveria, mas joguei bastante coisa fora. fotos, pequenos recados de amor. aqueles e-mail chorosos. não deveria ter aberto a pasta, ou deveria ter impresso tudo sem ler e dobrado, colocado naquela sacola da gaveta, junto das outras memórias que eu nunca mais quero lembrar.

não, não são memórias de tempos ruins, não são más lembranças. são traços de um passado feliz, um passado amoroso. são mensagens lisonjeiras, lindas.

e é por isso que dói tanto.
(o fato que estraguei tudo também contribúi SEMPRE)

Advertisements

now, your turn!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s